domingo, janeiro 30, 2005

Ecos de Coimbra

A 27 de Julho, Raimundo Meira recebe esta missiva proveniente da Administração do Concelho de Coimbra e assinada por Marcos Martins


Meu excelentíssimo Amigo

Recebi as duas cartas de Vexa. Lastimo que os homens de Lisboa não hajam tido o talento para o conservar durante mais algum tempo em Coimbra.
Temos trabalhado por desfazer entre os correligionários a má impressão que os últimos acontecimentos deixaram, mas afinal com pouco proveito.
Vejo-me isolado. No entanto não desanimo. Já estive com o Doutor Luciano, mas nem quer ouvir falar de política. Quando abordo o assunto, desvia-se imediatamente da conversa.
Dizem que vem para cá o Pereira Rosa. Oxalá não venha a liquidar, como a outros tem sucedido. Os jornais da terra têm-se referido a Vexa com uma ou outra frase, procurando fazer espírito, mais nada.
Dizem também que vão mandar para cá um Comissário de Polícia sem darem qualquer coisa ao Floro Henriques. É um mal que trás consequências nefastas. Primeiro deviam dar-lhe uma satisfação. Estou a ver que é outro carrapata … e eu não os aturo por muito tempo! Estou farto.
Não me tem sido possível arranjar os nomes inteiros das pessoas a quem Vexa deverá agradecer cumprimentos. Amanhã mandarei a lista completa. Não diga que sou descuidado?! Faltam-me elementos! Demais, os homens não esperam por isso, segundo o que a alguns tenho ouvido.
E por hoje basta. No entanto, eu quero dizer a Vexa que não esquecerei todas as deferências que teve comigo durante a sua estada em Coimbra e que pode contar comigo como amigo dedicado.

Marcos Martins


Não foi possível saber quem era Marcos Martins, nem que lugar ocupou durante este período.

3 Comments:

Blogger Marco said...

De que ano é esta carta?
Outro assunto: tens algums informação sobre as greves académicas de 1906? O meu avô contava que tinha dado umas bengaladas nos piquetes republicanos à porta da Faculdade de Medicina. Depois, quando acabou o curso não conseguu arranjar emprego por ser monárquico.

3:27 da tarde  
Blogger Luís Bonifácio said...

Estas cartas são do ano de 1913.
Não disponho de qualquer informação relativa à questão coimbrã de 1906.
Disponha sempre

11:07 da tarde  
Anonymous Antonio Henriques said...

Procuro mais informação sobre meu avô Floro Henriques, sei que além de peretncer à maçonaria, foi o mandatário por Coimbra na campanha de Norton de Matos, sabe onde poderei procurar? agradeço a sua atenção . Antonio Henriques, aumbelino@hotmail.com

4:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home